O DAVI (Departamento de audiovisuais) é um departamento dentro da Fundação João Paulo II, que tem como definição ser o celeiro dos produtos de evangelização comercializados pela comunidade Canção Nova. Nele se realiza a criação, desenvolvimento e distribuição dos produtos de evangelização, que contém um universo de materiais, como livros, CD´s, DVD´s, itens de vestuário, acessórios diversos, entre outros.

 

Uma das primeiras unidades da Fundação João Paulo II, atualmente localizado em Cachoeira Paulista, surgiu em 25 de Novembro de 1983, com o propósito de permitir ao público interessado que adquirisse as palestras e outros conteúdos dos eventos realizados na Comunidade Canção Nova.

 

Todo o progresso ocorrido ao longo desses 34 anos teve um só objetivo: distribuir o rico conteúdo em fé, amor, esperança e vida do qual o Sistema de Comunicação da Canção Nova é portadora.

 

 

O DAVI iniciou a sua trajetória de forma singela. Seu primeiro prédio foi onde era a antiga Rádio (hoje TI). E um dia em Queluz (primeira casa da Comunidade Canção Nova), o Padre Jonas celebrava uma missa e durante o ofertório, Dom Cipriano aparece repentinamente com uma doação de um duplicador de rolo. Ninguém entendeu nada sobre o que significava aquilo e para que seria usado. Padre Jonas então recebe o duplicador e responde para o Bispo: Se Deus deu, Deus vai nos mostrar para quê.

 

Quase na mesma época, o Padre Jonas recebe mais uma doação pelas mãos do Padre Eduardo Dougherty, de um duplicador de fitas cassetes de dois escravos.

 

 

O Padre Jonas Abib então diz aos jovens: “Olha, nós temos que colocar tudo isso em ação, não podemos deixar parado aqui! As coisas de Deus não podem ficar paradas! 

 

Os jovens então, ao buscar um direcionamento de Deus na Bíblia, abrem a passagem sobre DAVI, o pequeno DAVI que havia vencido o gigante Golias.

 

Em meados de 1981, Monsenhor devido a sua atividade missionária de pregação pelo Brasil, decide levar o duplicador de fitas cassetes e gravar suas pregações. Junto com ele também iam alguns dos jovens da Comunidade, Eugênio Jorge foi um deles. Faziam a gravação, edição, duplicação, embalagem e vendas das fitas cassetes ali mesmo durante o evento.

 

Foi necessário com o passar do tempo, criar uma estrutura de armazenamento dessas matrizes, pois era necessário atender os pedidos de venda de palestras que vinham por telefone ou presencialmente nos acampamentos que começavam a acontecer chácara de Santa Cruz onde esta a Sede da Comunidade Canção Nova.

 

Com isso também veio a necessidade de produção de LPs o primeiro foi produzido pela Canção Nova por volta dos anos 80, livros, camisetas, terços e outros conteúdos, que aos poucos foi configurando então o DAVI – Departamento de Audiovisuais da Canção Nova que hoje acumula além dos canais de venda, toda uma estrutura Administrativa para administrar uma Editora, Uma Gravadora, núcleo de produtos digitas,  núcleo de produção de conteúdo de palestras  em CD, DVD, coletâneas, MP3. núcleo de coleção de moda com vestuários e acessórios e núcleo de produtos infantis.

 

Todo o progresso ocorrido ao longo desses anos teve um só objetivo, atingir a nossa missão de evangelizar.

 

“Chegará o dia em que haverá fome e sede, não de comida ou bebida, mas da Palavra de Deus. Mas o que foi feito já está feito e gravado; o que já foi impresso já está impresso. A própria Bíblia nos diz que buscarão por ela e não a encontrarão. Por isso, Deus está com pressa, porque precisa levar Sua Palavra a uma multidão”. (Mons.Jonas Abib)

 

DAVI Celeiro da Evangelização