“Mãe de Milagres: Experiências de carinho e amor de mãe vivenciadas nos santuários da Mãe Rainha”

 

A capelinha da Mãe Rainha, três vezes admirável de Schoenstatt, foi a primeira imagem de Nossa Senhora, que eu e minha esposa recebemos, depois de casados. Não imaginava que um dia ela seria tão importante na missão que abraçamos, ao nos tornarmos membros da Comunidade Canção Nova.

 

Em 2014 tive a graça de fazer uma série de reportagens para o jornalismo da TV Canção Nova, sobre o ano jubilar do Movimento Apostólico de Schoenstatt, que completava 100 anos de existência. FoI uma experiência única, visitar alguns Santuários da Mãe Rainha aqui no Brasil. Nas passagens por Olinda-PE, Confins-MG e Atibaia-SP,  Nossa Senhora começou a me inspirar e a me motivar a dar passos mais concretos como missionário e mariano que sou. 

 

Em 2018, outro ano jubilar do Movimento de Schoenstatt. No último dia 15 de setembro o fundador, Padre Joseph Kentenich, completou 50 anos de morada no céu. Ao saber disso, no início do ano, me senti impulsionado a escrever meu segundo livro Mãe de Milagres. Nele eu descrevo os horrores da guerra, vivenciados pelo padre e fundador do Movimento, num campo de concentração nazista na Alemanha. 

 

Também relato a tragetória que a devoção a Nossa Senhora de Schoenstatt compriu, até chegar ao Brasil. Também dedico um capitulo ao Diácono João Pozzobom, que teve a inspiração de confeccionar a primeira capelinha da Mãe Rainha. 

 

O livro “Mãe de Milagres: Experiências de carinho e amor de mãe vivenciadas nos santuários da Mãe Rainha”, é também uma linda história de família, religiosidade e amor a Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo. 

 

Defino essa obra como uma grande e verdadeira reportagem, com detalhes requintados de uma devoção que nasceu numa pequena cidade da Alemanha e que ganhou contornos incalculáveis de uma história real e linda de se contar. Porque nela encontro vias de santidade que contagiam todo e qualquer cristão, que tenha o coração aberto ao amor cristalino de Mãe. 

 

Te convido a fazer essa experiência e a espalhar esse perfume, cuja fragrância ficará para sempre registrada em nossos corações!

 

Deus abençoe!

Wallace Andrade

 

SOBRE O AUTOR

 

Wallace Andrade se formou em jornalismo em 1992, trabalhou por 16 anos em emissoras da Rede Globo, como repórter, apresentador, editor de textos e gerente de jornalismo. Em 2009 se tornou missionário da Comunidade Canção Nova, onde atuou como repórter, apresentador e editor executivo. Atualmente exerce a função de editor-chefe do jornalismo Canção Nova. Em 2017 lançou o livro Mãe de Milagres-Nossa Senhora Aparecida. Seu primeiro livro foi em homenagem aos 300 anos da Padroeira do Brasil e serviu ainda de celebração dos 25 anos de telejornalismo do autor.